História da minha vida! – parando para Declarar- agradecimento!

Antes de continuar, vamos dar uma parada, para agradecer!

Vamos agradecer nossos pais, por toda as limitações emocionais ( que não receberam dos pais deles como ser pais, e nem receberam amor dos pais deles), espirituais, e físicas, como dariam para nós, seus filhos?

Por isso, obrigada , te agradeço pais por ter lutado muito para dar o melhor para nós, no meio da luta de trabalhar 24 horas, na fazenda, nos pastos, no meio dos gados,

e mãe cuidando de cinco filhos, sozinha, no meio do nada da fazenda,

sem ajuda de ninguém, porque naquela época a fazenda não tinha energia, casa era de barro de bosta de gado,

piso era de chão, curral meu pai sozinho teve que fazer com suas mãos,

fez as mesas, as cadeiras de madeiras, tudo muito difícil mesmo, criação quando era crianças de meus país, era no chicote, meu pais apanhou muito do meu avó,

e deste bebê, meu pai trabalhava muito na fazenda com seu 21 irmãos.

Meu vó era um dos mais ricos da região,

dividiu toda sua fazenda para os 22 filhos,

que ainda deu muito para cada.

Minha mãe não teve beijos, abraços , intimidades íntimas

com sua mãe ( minha vó), pois era assim, então eu te pergunto:

– Como eles podem dar alguma coisa que não receberam?

Vamos orar:

” Jesus nos perdoe por reclamar, ajude-nos amar, perdoar nossos pais, abraços, e ver seu amor entre nós!

Cuida de nossos pais sempre! Derrama amor incondicional para com nossos pais , irmãos, parentes próximos, amigos, e principalmente inimigos!”