Historinha dos oito anos, Obrigada Jesus.

Por volta dos meus oito, aproveitei                           muito indo para a fazenda, não tinha essa de internet, TV,  telemóvel (celular), tablet, redes sociais,  youtube, jogos online, e outros                 do meio da internet. 

Tudo era você inventar algo para                                   brincar do nada, na fazenda, e                                   vaidade, não existia também,                                  tomava banho, penteava cabelo, escova os dentes três vezes ao dia,                           por mãe obrigava, e somente.

Hoje as meninas já nascem, muito vaidosas, não estou dizendo que não é bom, mas tudo com equilíbrio é bom.

As garotinhas de oito e nove anos,  hoje já estão deixando de brincar                                de bonecas, ou qualquer brinquedos, pois já acham que são adolescentes.

Nesta época, quando não estava  na fazenda, escola, ficava brincando                         de patins, skates, vôlei, queimada, com minhas amigas vizinhas                                 que fiz, pois estava falante, e como era bom conversar sem rir    de mim                              e brincar com a gente, com à fala. Pois antes era quase muda até os cinco anos.

Descíamos a rua de skate, até duas  ruas abaixo, na praça, e voltamos                                    andando com os skates debaixo do braço, e fazíamos tudo de                                  novo, e de novo.  

Na fazenda, como estava falante,                       animada, pedi à minha mãe                                 

depois de todas nós ter arrumado                                   casa, ir no córrego na fazenda do                                                vó Luzia, o Ribeirão.

E de vez enquanto, quando ela estava animada, leva-nos e era só                             festa, nadando, mergulhando, brincando de ajuntar pedras                                       para assim o córrego ficar mais fundo.

Jesus abençoou  muito nossos                              irmãos com paz e união, nesta época!

“Amados, amemos uns ao  outros, pois o amor procede                               de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e   conhece a Deus.”

1 João 4:7